Observe as concordâncias com os números.

1. Observe estas duas regras de concordâncias com os números:

  • Números abaixo de 2 impõem a concordância sempre no singular.

Exemplos: 0 hora, 0,9 metro, 1,9 milhão, 1,7 bilhão. Prefira o verbo, porém, no plural com milhão, bilhão, etc.: Estavam presentes à manifestação 1,9 milhão de pessoas. / Já abandonaram o país 1,7 milhão de habitantes .

  • Por extenso, os números “um” e “dois” e as centenas, a partir de “duzentos”, variam em gênero.

Exemplos: um, uma, dois, duas, duzentas, trezentas, seiscentas, novecentas, seis mil duzentas e uma pessoas, oito mil setecentas e quarenta e duas espécies, etc.

2. Verifique se você está sabendo escrever números:

Pedido: Grife a(s) escrita(s) mais indicada(s), por extenso ou na forma de algarismos, dos números entre parênteses:

  • Já estudei ____ (três quintos – 3/5) da matéria da prova.
  • A cidade tem entre ____ (2 e 3 milhões – 2 milhões e 3 milhões) de habitantes.
  • Permanecerei ____ (vinte – 20) dias na Europa.
  • Os preços subiram ____ (cinco por cento – 5%).
  • Compareceram à reunião ____ (3 – três) professores e ____ (12 – doze) alunos.
  • A ____ (décima – 10ª) candidata acabou de desfilar.
  • Os ____ (5 – cinco) viajantes estavam muito cansados.
  • Conhecemos ____ (11 – onze) países em ____  (7 – sete) dias.
  • A idade das crianças era de aproximadamente ____ (9 – nove) anos.
  • Esperamos ____ (30 – trinta) minutos pelo táxi.
  • ____ (15 – Quinze) cantores se apresentarão no show.
  • Gastei ­____ (20 reais – vinte reais) com o lanche.

Respostas:  três quintos / 2 milhões e 3 milhões / vinte / 5% / 3 e 12  / décima / cinco / 11 e sete / 9 / trinta / Quinze / 20 reais.

Acertou todas? Parabéns!

Cuidado com a caligrafia!

Tudo bem que a caligrafia não deva ser a maior das suas preocupações, afinal o valor do seu texto estará muito mais na razão direta do número e valor de suas ideias a respeito do tema imposto pela Questão de Redação do que da apresentação do trabalho.

Mas também não deixe de considerar que o seu texto deva ser legível o suficiente para uma correção descomplicada.

Os corretores da banca examinadora do seu exame de seleção não estão sendo pagos para decodificar os seus hieróglifos!

Portanto, siga os conselhos que seguem:

I. Se possível, dê preferência às letras cursivas.

II. Assinale bem distintamente as maiúsculas.

III. Não misture letras cursivas com as de fôrma.

IV. Verifique se nas orientações ao(à) candidato(a) não há restrição ao uso das letras de fôrma.

V, Evite rasurar. Se, entretanto, houver necessidade de eliminar qualquer palavra no texto já passado a limpo, apenas risque o termo a ser descartado com um traço fino. Não há necessidade dos parênteses.

VI. Lembre-se sempre de que um texto bem apresentado cria uma atmosfera favorável ao corretor. Capricho, pois, é o que se espera de você.

Boa sorte!

Enfrente as dificuldades da língua portuguesa

A aplicação que segue trata de algumas dificuldades da língua portuguesa. Realize-a, confira as respostas ao final e verifique o seu desempenho:.

Pedido: Grife a melhor opção entre parênteses:

____ (A partir do – Dado o) seu interesse, os resultados aparecerão.

O estudante brasileiro, mesmo ____ (a nível – em nível) acadêmico, ainda lê pouco.

As melhoras no serviço público somente virão ____ (através – por meio) de políticas públicas adequadas a cada realidade.

Vou duas vezes por mês ao hospital. Essas visitas ____ (bimensais – bimestrais) já me estão cansando.

A____ (seção – sessão) do Supremo Tribunal Federal estendeu-se por mais de quatro horas.

­____ (Haja visto – Haja vista) a posição da reitoria, as aulas estão suspensas.

O atleta estava tão ____ (desapercebido – despercebido) que esqueceu as chuteiras.

A estudante foi (destratada – distratada) em público pela colega de classe.

Mudei de opinião ____ (face aos – em face dos) protestos da categoria.

A ____ (eminente – iminente) relatora já concluiu a sua sentença.

Estou pensando ____ (acerca – a cerca) do que você me disse.

Não ____ (houve – houveram) feridos, apesar do susto.

Passe-me ____ (o alface – a alface), por favor.

Sai ano, entra ano e o ____ (ciclo – círculo) vicioso da economia torna a vida cada vez mais cara.

A professora ­____ (deu a luz – deu à luz) ____ (gêmeos – a gêmeos).

Apesar dos seus 35 anos, ainda vive ____ (à custa – às custas) do pai.

A feira será ____ (beneficiente – beneficente).

O atleta deslocou ____ (o omoplata – a omoplata).

Acho que comi ____ (de mais – demais). / O policial não ____ (interviu – interveio).

Soluções: Dado o / em nível / por meio/ bimensais /sessão/ Haja vista / desapercebido / destratada / em face dos / eminente / acerca / houve / a alface / círculo / deu à luz / gêmeos / à custa / beneficente / a omoplata / demais / interveio.

Quando usar travessões?

Veja em que casos você poderá usar os travessões no seu texto:

  • para separar duas orações coordenadas que já contenham vírgulas ou que sejam longas.

Exemplo: Usar celular em sala de aula, mesmo que no modo silencioso, deve ser proibido em turmas do Ensino Médio, pois desvia a atenção dos alunos – os professores que o digam –, principalmente em aulas expositivas.

  • para destacar.

Exemplo: Você merece toda a nossa admiração – enfatizou o pai.

  • no discurso direto.

Exemplo:

 – O que você pretende fazer após o cinema?, perguntei meio sem graça.

 – Comer uma bela pizza com você, ela me respondeu.

  • para substituir parênteses, vírgulas e dois-pontos, conforme a construção frasal.

Importante: os travessões são muito úteis para  destacar a parte do texto que seja mais relevante. Use-os, entretanto, com moderação, pois do contrário deixarão de produzir o efeito desejado por se tornarem banais.

Bons estudos!

Você sabe usar o ponto-e-vírgula?

Esta é uma questão que traz embaraços : o uso do ponto-e-vírgula.

Observe duas situações em que você poderá usá-los com acerto:

  • para separar orações coordenadas de certa  extensão.

Exemplo: O professor, muito atenciosamente, solicitou-nos aguardar pelas notas da prova enquanto ultimava a correção e conferia a exatidão dos lançamentos; foi preciso, pois, muita paciência, em ambiente de muita expectativa, até que saiu o resultado: estávamos aprovados!

  • em enumerações.

Exemplo: Siga os seguintes passos para planejar um texto: escreva as ideias que vierem à cabeça a respeito do assunto; selecione-as; organize-as; ordene-as; expanda-as em parágrafos; escolha o título; passe o texto a limpo; e faça uma bela revisão final.

Pronto, acabou o mistério!

Não deixe de produzir pelo menos dois textos de treinamento por semana!

Bons estudos!

Você sabe usar aspas?

Veja situações que facultam o uso das aspas:

  • antes e depois de uma citação: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”, disse Jesus.
  • diante de expressões de destaque: O “é proibido proibir” fez oposição à censura durante o regime militar.
  • para denunciar palavras estrangeiras e gírias: O “script” foi bem decorado.

Observações:

  1. Evite, quando possível, os estrangeirismos. Dê preferência a palavras em língua portuguesa, pois assim, além prestigiar a língua-mãe, você estará diminuindo a ocorrência de aspas no texto.
  2. Em textos de até 30 linhas, como normalmente acontece em exames de seleção, não abuse das aspas. Pelo contrário, seja original e busque empregar um vocabulário preciso que dispense tal recurso. Lembre-se de que as bancas de concursos estão mais preocupadas em saber o que você tem a dizer sobre determinado assunto, no seu estilo e com o seu léxico, e não o que alguém de renome tenha dito.
  3. Excepcionalmente, você poderá empregar aspas simples quando houver uma citação dentro de outra citação. Exemplo: “As palavras de Jesus, ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida’, nos convocam a buscar vida plena Nele.”, disse o pároco durante a missa.

Bons estudos!

Quando usar os dois-pontos

Esta é uma pergunta recorrente: – Professor, quando posso usar os dois-pontos?

Vamos lá: o uso dos dois-pontos é adequado nestes dois casos:

  • na anunciação de tópicos, resumos, citações e falas do discurso direto.

Exemplos:  1) Os pontos fracos do time são estes: falta de confiança dos atletas e preparo físico aquém do desejável. 2) Fomos mal na Copa do Mundo e na Copa América. Em resumo: o futebol brasileiro precisa de melhores resultados!  3) O pai, emocionado, falou: – Filho, estou orgulhoso de você.

  • antes de orações apositivas.

Exemplo: Dou-lhe dois conselhos: leia mais e redija com mais frequência.

Simples, não? Agora é com você!

Não deixe de treinar a produção textual à exaustão.

Entregue os seus textos a quem entenda do assunto para avaliá-los.

Bons estudos!

Seja criativo(a), torne o seu texto interessante!

Quem gosta de repetição é pêndulo!

Não há nada mais enfadonho do que a leitura de um texto que tenha sido produzido sem criatividade, com repetições evitáveis, redundâncias e anacronismos.

A diversidade de recursos linguísticos e de pensamento empregados na redação de vestibulares, concursos e Enem, mesmo que somente em até 30 linhas, poderá contribuir para a retenção do interesse do corretor e a aquisição de natural simpatia pelo trabalho como um todo.

Sendo assim, procure ser criativo(a) e evite ao máximo as repetições, quaisquer sejam elas, de sons, de palavras e expressões, ou de construções frasais.

Veja, por exemplo, como melhorar a escrita de uma simples oração: No Paquistão, a lava do vulcão assustou a população.

Corrigindo: A lava do vulcão assustou os paquistaneses.

Observe o trabalho intelectual de reengenharia:

  1. Primeiramente, buscou-se trazer o Sujeito – A lava do vulcão – para o início do discurso, por sugestão do modelo SPC (Sujeito-Predicado-Complementos) em nome da clareza.
  2. Não vale dizer que você não possa admitir eventuais inversões ou intercalações na apresentação dos termos das orações ou das orações de períodos. Pelo contrário, tais procedimentos poderão até ser interessantes para quebrar o ritmo do texto e torná-lo mais agradável; não abuse, entretanto, deles.
  3. Continuando a avaliar o exemplo, usou-se ainda o recurso de substituir com vantagem o adjunto adverbial de lugar – No Paquistão –, que estava deslocado, e as palavras a população pelo gentílico paquistaneses; com isso, foi dito o mesmo com a economia de duas palavras em apenas uma oração.
  4. Além do mais, evitou-se o eco entre Paquistão, vulcão e população.

Pelo visto, só vantagens ao texto como resultado do zelo pessoal de quem escreve.

Sendo assim, enquanto estiver produzindo a sua redação, procure estar atento(a) a eventuais problemas de linguagem.

Bons estudos!

Dissertação baseada em provérbios ou frases de efeito

É possível que você seja solicitado(a) a produzir textos dissertativo-argumentativos de enunciados que apresentem um ou mais provérbios a serem interpretados para a depreensão do tema a ser desenvolvido em seu texto.

Pois bem, o que fazer nesses casos?

Primeiramente é bom recordar que provérbio é uma frase popular, baseada no senso comum, que nasce anonimamente da experiência de vida de um povo e retrata o cotidiano das pessoas nas mais diversas circunstâncias.

Exemplos de provérbios:Cachorro que late não morde” e “De grão em grão a galinha enche o papo.”

Dado um provérbio, você deve interpretá-lo e resumi-lo, se possível a uma única palavra, para chegar ao assunto ou a uma frase curta que lhe seja condizente já na forma de tese.

Exemplo: “Quem tudo quer tudo perde” pode ser resumido por “ganância” (assunto) e “A ambição desmedida é o prenúncio da perda.” (tese).

No desenvolvimento da redação, expanda a tese com os argumentos que possam sustentá-la, sempre avaliando o(s) princípio(s) de sabedoria em foco.

Procure tornar o texto o mais concreto possível a fim de fazê-lo compreensível para o leitor; para tal, use exemplos, narre fatos, estabeleça relações de implicação e empregue figuras que apliquem os valores sobre os quais você esteja dissertando.

Além dos provérbios, frases de efeito, quase sempre com conteúdo filosófico e moral, a exemplo de “Navegar é preciso, viver não é preciso” (Fernando Pessoa), devem merecer o mesmo tratamento, ou seja, inicialmente devem sintetizadas, entendidas e interpretadas para que você faça as suas introspecções e chegue à tese a ser desenvolvida, sempre com a preocupação de aproximar o texto do mundo real de um suposto leitor universal.

Exemplos de teses oriundas de provérbios e frases de efeito

Provérbios e frases de efeito

Teses depreendidas

Santo de casa não faz milagre. Pouco valor se dá às pessoas com as quais se convive.
Errar é humano. O homem está sujeito a cometer erros.
Nem só de pão vive o homem. O homem precisa cultuar também valores espirituais.
Nem tudo que reluz é ouro. As aparências são enganosas.
Escreve as injúrias na areia e grava os benefícios no mármore. Devemos esquecer as ofensas e lembrar os benefícios que recebemos dos outros.
Não existe alguém tão ignorante que não nos possa ensinar algo. Todas as pessoas têm algo a nos ensinar.
Faça o bem sem olhar a quem. O bem deve ser praticado indistintamente.
A solidão é oficina de ideias. Estar só estimula a reflexão e o pulsar de ideias.

Busque a diversidade vocabular

Usufruir da variedade de palavras e expressões em língua portuguesa dará a você flexibilidade linguística, expressivo ganho diante de concorrentes que não estejam na posse desse trunfo.

Lembre-se de que o vocabulário variado torna o texto mais interessante, na medida em que a linguagem fica menos cansativa. Tudo pelo leitor!

Observe, pois, o quadro abaixo, que mostra substantivos, verbos e adjetivos que , conforme cada caso, poderão ser usados para aludir a ideias de finalidade, oposição ou consequência.

Introduzindo a ideia de…

Exemplos

…objetivo, finalidade, propósito, intenção. substantivos alvo, anelo, anseio, aspiração, desejo, desiderato, desígnio, escopo, finalidade, ideal, intento, intuito, meta, objeto, plano, pretensão, projeto.
verbos almejar, ansiar, aspirar, desejar, decidir-se a, idealizar, intencionar, intentar, objetivar, planejar, pretender, projetar, ter em mira, ter em mente, ter em vista.
 

…oposição.

 

 

 

substantivos adversidade, adversário, ânimo hostil,  animo-sidade, antagonismo, antipatia, competição, contrapartida, contraposição, contrariedade, contratempo, empecilho, força maior, hostilidade, impedimento, objeção, óbice, obstáculo, polarização, reação, resistência, rivalidade,  relutância, teimosia, tendência contrária.
verbos contrapor-se a, confrontar, defrontar-se com, dificultar, embargar, enfrentar, estorvar, fazer frente a, impedir, indeferir, ir de encontro a, objetar, obstar, opor-se a, ser contrário a, reagir.
adjetivos antagônico, confrontante, contrário, discor-dante, oponente, oposto.
…resultado, conclusão consequência. substantivos efeito, produto, sequência, corolário, decorrência, fruto, obra, criação, reflexo, desfecho, desenlace.
verbos advir, decorrer, derivar, provir, vir de,  manar,  resultar, seguir-se a, ser resultado de, ter origem em, ter fonte em.
adjetivos decorrente, descendente, proveniente, resul-tante, originário.