Você sabe empregar verbos no infinitivo?

O infinitivo é uma das três formas nominais dos verbos (as outras duas são o particípio passado e o gerúndio) e indica ações que desempenham funções semelhantes às dos substantivos, sem situá-las no tempo.

São três as possibilidades de você fazer uso do infinitivo, como:

  • pessoal flexionado (Exemplo: É bom irmos embora.);
  • pessoal não-flexionado (Exemplo: Devemos ir embora.); e
  • impessoal (Exemplo: Ir embora é recomendável).

No primeiro caso, a forma nominal admite a flexão de pessoa, da seguinte forma:

  • a primeira (eu) e a terceira pessoa do singular (ele/ela) são idênticas à do infinitivo impessoal;
  • a segunda pessoa do singular (tu) é obtida pelo acréscimo da desinência “-es”;
  • a primeira, a segunda e a terceira do plural (nós, vós, eles/elas), pelo acréscimo das desinências “-mos”, “-des” e “-em”, respectivamente.

Observe o exemplo de flexão do verbo “cantar” no infinitivo pessoal: cantar (eu), cantares (tu), cantar (você), cantarmos (nós), cantardes (vós), cantarem (vocês).

No segundo caso, como já visto, você pode trabalhar com o verbo no infinitivo pessoal não-flexionado, seguindo o modelo do infinitivo impessoal. Exemplo: Espero vê-lo cantar com emoção!

Finalmente, em enunciação de teses ou quando houver a intenção de omitir o agente da ação, o infinitivo impessoal é o mais indicado. Exemplos: Cantar afasta a tristeza. / Caminhar três vezes por semana faz bem à saúde.

Agora é com você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s