Em dissertações, prefira a linguagem concreta à abstrata

Em textos dissertativos, evite usar adjetivos abstratos.

Mas, por quê?

É simples: porque não acrescentam atributos  precisos aos substantivos.

Exemplo: O desempenho do governo tem sido fantástico.

Ora, qual o entendimento para “desempenho fantástico“?

O texto não clarifica as ações governamentais que possam tornar o seu desempenho fantástico. Perde-se, assim, em precisão.

Corrigindo: O  governo tem-se destacado em função dos programas sociais lançados no Dia do Trabalho, tais como o Bolsa Gestante e Bolsa Pequeno Agricultor, os quais estão se tornando modelos de boa gestão dos recursos públicos.

Agora é com você!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s