Você sabe empregar bem o gerúndio?

Recorde os casos que nos permitem empregar com acerto verbos no gerúndio:

  • nos casos em que houver predominância do seu caráter verbal ou adverbial.

Exemplos:

A poetisa agradeceu chorando de emoção. (modal: é perfeitamente possível alguém agradecer aos prantos, movido pela emoção).

Procurando, você encontrará os documentos. (temporal: sugere que, quando houver disposição à procura, os documentos possam ser encontrados.).

Tendo sido publicada a lei, obedeça-se! (condicional: estabelece-se uma condição para obedecer-se à lei, a sua publicação.)

Conhecendo os seus antecedentes, não posso duvidar da sua versão. (causal: equivale a afiançar toda confiança na versão de determinada pessoa por causa do conhecimento que se possa ter dos seus antecedentes.)

Mesmo que nevando muito, irei à sua festa. (concessivo: o esperado seria não ir à festa debaixo de neve; entretanto, admite-se a concessão de fazê-lo.)

Estando com os olhos vermelhos, você chorou. (explicativo: os olhos avermelhados ocorrem depois do choro e por isso mesmo o explicam.)

  • em construções frasais que tenham por propósito denunciar claramente o caráter durativo da ação do verbo no gerúndio.

Exemplo: Ficarei estudando para a prova de amanhã.

  • quando a ação expressa pelo gerúndio for coexistente ou imediatamente anterior à principal.

Exemplo: Caminhando por uma trilha, encontrei os acidentados.

Agora é acertar e …acertar!

Bons estudos!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s