Qual a importância da Introdução em dissertações?

A Introdução deve tomar de 10% a 15% do texto dissertativo-argumentativo.

Apesar de breve, é fundamental para atrair a atenção do leitor e orientá-lo quanto ao prosseguimento do texto.

Resume-se, normalmente, na apresentação dos seguintes pontos:

  1. Breve contextualização.**
  2. Tese do texto (preferencialmente logo no início do primeiro parágrafo, na forma de tópico frasal).*
  3. Argumentos que irão sustentar a tese do texto (na ordem crescente de importância!).*
  4. Objetivos do trabalho.**
  5. Plano de curso do texto (como será desenvolvida a argumentação)**

*obrigatoriamente / **facultativamente

Exemplo de Introdução:

Deve-se buscar a excelência em tudo o que se faça (tese), pois (conector) significa desenvolver elevada autoestima (argumento 1), tornar-se referência em atividades profissionais (argumento 2) e, acima de tudo, (conectores de adição e ênfase ao argumento mais forte) premiar a sociedade com o que de melhor se possa oferecer-lhe. (argumento 3) Comprovar essa tese é o objetivo deste trabalho. (objetivos do trabalho) 

Se você julgar interessante apresentar uma breve contextualização (ambientação) antes da  tese, procure ser bastante sucinto, pois do contrário poderá abafá-la.

Quanto aos verbos, observe o paralelismo entre os regentes  desenvolver, tornar-se e premiar. Veja que os três são significativos e estão flexionados no mesmo modo e tempo. 

Agora é treinar, treinar e…treinar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s