Autor: Paulo Roberto Soares Elias

Reserve um tempinho para a revisão do texto

Há dois momentos preciosos para você revisar o texto de questões de vestibulares, concursos e Enem.

O primeiro deles, antes da transposição do texto do rascunho para a folha oficial.

O segundo, já com o texto passado a limpo, antes de você entregar a prova ao examinador.

Em ambas as oportunidades, o que observar?

Veja os aspectos mais interessantes:

  • ortografia;
  • concordâncias e regências verbais e nominais;
  • acentuação gráfica das palavras;
  • emprego dos sinais de pontuação.

Uma dica: se for necessário anular determinada palavra, apenas assinale a correção com um leve traço sobre o termo a ser desconsiderado (não use parênteses!); depois é só, discretamente, consertar o erro observado.

Para se dar bem em questões de redação, adquira os nossos livros REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM DISSERTAÇÃO NOTA MIL.

Como livros impressos, em Fortaleza, você poderá encontrá-los nos Shoppings Aldeota (livraria Acadêmica) e Avenida (Loja HBM).

Bons estudos!

Disserte com autoridade

Um princípio do qual você não deverá abdicar em dissertações é o da autoridade. Como, então, observá-lo?

Simples: aborde a questão da forma mais impessoal possível, faça uso de uma linguagem equilibrada e não descambe para a informalidade.

Argumente sempre com elegância, ponderadamente, sem baixar o nível da argumentação, mesmo que você esteja na defesa de um ponto de vista que, na sua opinião, seja inegociável.

Lembre-se de que o seu texto estará sendo avaliado por uma banca examinadora que nutre as mais rigorosas expectativas com relação à aplicação de procedimentos da boa argumentação.

Uma boa defesa de tese caracteriza-se pela força dos argumentos, clareza e precisão da linguagem, além da lucidez da linha de pensamento.

Ao emitir alguma opinião, verifique se você não está sendo radical ou genérico(a) demais nem está ferindo o bom-senso.

Além disso, ao apresentar exemplos e demais informações de apoio, cite a(s) fonte(s) de onde você possa ter coletado os dados.

Assim sendo, a autoridade da argumentação estará assegurada.

Bons estudos!

Faça bom uso das correlações entre os enunciados

O estabelecimento de correlações lógicas entre as partes do texto é um princípio que não deve ser negligenciado.

Veja bem: se não houver logicidade, a argumentação estará fatalmente comprometida e com ela todo o texto.

Importante, pois, será planejar com muito discernimento o encadeamento das ideias mediante o adequado uso dos conectores e dos sinais de pontuação, a fim de que não haja rupturas entre as partes do texto.

Procure treinar semanalmente a produção de textos dissertativos, já que o condicionamento vem com a regularidade dos trabalhos.

A dosagem mínima sugerida é de dois textos de até 30 linhas por semana.

Continue também lendo trabalhos de bom nível que possam servir-lhe de modelos.

Não deixe também de entregar os seus trabalhos a quem entenda do assunto e possa dar-lhe boas sugestões.

Bons estudos!

 

Proficiência argumentativa é o que se espera de você

Alguns cuidados deverão ser tomados para se chegar a bom nível de proficiência argumentativa.

Em primeiro lugar, lembre-se sempre de que você estará investido de liberdade (em termos, desde que responda ao pedido da questão)  e autoridade de opinar sobre qualquer assunto, da maneira que melhor lhe convier e tomando o posicionamento crítico que lhe parecer o mais adequado segundo as suas convicções.

Não fugir do tema da questão é o  princípio mor a ser observado em questões de Enem, vestibulares ou concursos.

Veja bem: a abordagem de uma proposta de redação pode ser comparada à superação de algum obstáculo que deva ser vencido.

Sendo assim, não há espaço para titubeios, digressões ou tentativas de fugir à responsabilidade.

Todo cuidado deve ser tomado, então, no momento do planejamento do texto, principalmente na fase da seleção das ideias a serem aproveitadas.

Seja criterioso(a), verifique se o eixo do seu texto está indo ao encontro do que se espera de você, ou seja, se a redação está retilínea e na direção da resposta ao pedido da questão.

Sendo assim, ideias fora do objeto do texto, mesmo que brilhantes, devem ser descartadas.

Para não correr riscos, escreva no rascunho ou mentalize os seguintes tópicos antes de escrever o primeiro parágrafo:

1. Assunto (do que trata o pedido da questão?).

2. Delimitação do Assunto (existe alguma delimitação imposta pelo pedido da questão ou eu tenho liberdade para tal?).

3. Tese (o que eu penso sobre o assunto da questão?).

4. Argumentos (por que eu penso assim sobre esse assunto?).

5. Objetivo do texto (o que eu pretendo provar com o texto?)

6. Plano de curso do texto (como eu pretendo conduzir a argumentação?)

Se você desejar aprofundar o estudo, adquira os nossos livros REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM e DISSERTAÇÃO NOTA MIL.

Em Fortaleza, na livraria Acadêmica (Shopping Aldeota) ou na loja HBM (Shopping Avenida).

Boa Leitura!

Não há espaço para “achismos” em dissertações

Em vestibulares, concursos e no Enem, como é do seu conhecimento, prevalecem as questões que pedem a produção de textos dissertativo-argumentativos.

Esteja, pois, bem seguro(a) do emprego das técnicas de redação adequadas a esse tipo de texto e pratique uma linguagem que induza o leitor a reconhecer o mérito dos seus posicionamentos e aceitá-los como procedentes.

Para chegar a esse nível de convencimento, você deverá emitir uma tese (opinião sobre determinado assunto), de forma concisa e defensável.

Não basta, entretanto, levantar uma tese. Ainda mais, você deverá sustentá-la com dois ou três argumentos (para textos de até 30 linhas) muito bem articulados e firmados por uma linha de raciocínio lógica e evidências comprobatórias do que você esteja afirmando ou negando (exemplos, fatos, dados estatísticos, citações).

Considere que a argumentação requer conhecimento do assunto sobre o qual se deva discorrer e  linguagem persuasiva.

Guarde isto: em dissertações, não há espaço para o achismo nem de opiniões mascaradas ou especulações infundadas.

Por conseguinte, quem argumenta deve estar bem seguro sobre o que irá escrever.

Não deixe de treinar, treinar e …treinar!

Para aprofundar o estudo, adquira os nossos livros REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM e DISSERTAÇÃO NOTA MIL.

Boa leitura!

Sem ideias não há texto

O nascedouro de um texto dissertativo está no posicionamento crítico que o autor possa ter sobre determinado tema.

O que se deve fazer, antes de qualquer intenção de escrever sobre qualquer assunto, é buscar informações que possam nos direcionar para a tomada de algum ponto de vista.

Esse ponto de vista será o manifesto da ideia-força do texto sobre a questão em foco, que será defendida em até 30 linhas com a força dos nossos argumentos.

Você é um ser social e, como tal, deve relacionar-se com o mundo à sua volta.

Cada relacionamento representa nova experiência de vida e oportunidade de enriquecimento da sua cultura e assimilação de conhecimentos que ampliem as possibilidades de responder com acerto a qualquer proposta de redação.

Não pense que apenas salas de aula, laboratórios, bibliotecas e o seu quarto de estudo sejam ambientes nos quais você possa adquirir embasamento para dissertar sobre determinado assunto.

Esses espaços são importantes, sim, desde que estejam integrados ao seu dia a dia no contexto social em que esteja inserido(a).

Quem se faz hermético, fechado em si mesmo, estará fadado a ter dificuldades de aceitar as diferenças e os diferentes. Ainda mais, tenderá a interpretar o mundo a sua volta com vícios de raciocínio e distorções comprometedoras do bom-senso. Certamente esse não é o seu caso.

Relacionar-se, pois, é um bom começo para o fluir de ideias.

Quanto ao mais, não deixe de praticar a leitura com regularidade com vistas a ampliar a cultura geral e assimilar linguagem desenvolta.

Se desejar aprofundar os seus estudos, adquira os nossos dois campeões de vendas: REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM e DISSERTAÇÃO NORA MIL.

Boa leitura!

Não basta parecer um texto, é preciso sê-lo

Você já sabe: a palavra texto vem do latim “textus”, que significa “tecer”, “entrelaçar fios”.

Associe o seu projeto de redação à imagem de um tapete a ser tecido com o entrelaçamento de inúmeros fios coloridos que, devidamente cruzados conforme o desejo do tecelão, possam formar os nós que lhe darão forma, cor e tensão.

Ora, assim como fios soltos sobre a bancada do tecelão não constituem o tecido, ideias desconexas, por mais brilhantes possam parecer, não formam o texto.

Por analogia, o texto é um tecido intelectual composto de ideias sustentadas por palavras que se articulam em frases, frases que constituem períodos, períodos que formam parágrafos e parágrafos que servem de fios condutores da linha de pensamento do escritor.

A gênese do texto, assim, está na(s) ideia(s) de quem irá concebê-lo, você.

Seja, pois, fértil em ideias que possam ser muito bem valorizadas com o uso justo da linguagem em construções frasais adequadas a cada situação.

Esse é o seu desafio!

Adquira os nossos livros REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM e DISSERTAÇÃO NOTA MIL.

Com essas leituras, você aprofundará o estudo e fará várias aplicações (todas respondidas) que sedimentarão a teoria  passo a passo.

Bons estudos!

Escrever, um desafio à vista

Escrever, mais do que o mero preenchimento de linhas em torno de algum assunto, deve ser resultado da tessitura de suas ideias, de forma simples, clara e lógica, de modo a permitir o fácil entendimento do seu recado por um leitor mediano, de preferência logo após a primeira leitura.

As redações de vestibulares, concursos e exames têm assumido feição toda própria e já caracterizam um tipo particular de texto, pois na maioria das vezes não passam de 30 linhas.

Por esse motivo, você deve primar pela concisão (linguagem “enxuta”) para apresentar e desenvolver o maior número possível de ideias em curto espaço geográfico.

A conclusão a que se chega é que, além de estar muito bem informado(a), o(a) candidato(a) deve possuir não apenas linguagem desenvolta e escorreita, mas concisa.

É preciso que você se disponha a treinar, treinar e treinar a produção textual durante a fase de preparação.

Dessa forma, os sucessivos treinamentos, passo a passo, estarão assegurando o condicionamento tão necessário a deixá-lo(a) confiante na obtenção dos resultados esperados.

Não há razões para temer a questão de redação. Basta preparar-se para esse enfrentamento como quem esteja diante de uma dificuldade a ser vencida (que não é somente sua!).

Acredite em si próprio(a), desenvolva bons hábitos de leitura e de estudos regulares e persevere na busca de seus objetivos de vida.

Se desejar aprofundar os estudos, adquira os nossos dois livros,  já campeões de venda: REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM e DISSERTAÇÃO NOTA MIL.

Bons estudos!

Por que dissertar bem?

Dominar as estruturas dissertativas é sinal de inteligência, uma vez que têm sido as mais solicitadas em concursos, vestibulares e exames da atualidade.

Escrever bem é o resultado de um processo que exige rotina de leiturasdedicação aos estudos e determinação.

É uma questão de zelo pessoal, pois quem não gosta de obter sucesso em trabalhos que exijam o nível culto de manifestação do pensamento?

Ainda mais, a proficiência linguística, você bem sabe disso, tem sido determinante ao sucesso profissional nas mais diversas áreas de trabalho, no exercício de funções em todos os níveis, das mais simples às mais categorizadas.

Tem sido útil, em última instância, a quem deseje ver garantidos os seus direitos pessoais no exercício da cidadania.

Os nossos livros DISSERTAÇÃO NOTA MIL e REDAÇÃO PARA VESTIBULARES, CONCURSOS E ENEM poderão servir-lhe de valiosos suportes ao estudo e à aquisição de desenvoltura linguística.

Boa leitura!

Não há texto sem entrelaçamento de ideias e opiniões

A palavra texto vem de textus, particípio passado de texere, que significa tecer, entrelaçar fios.

Você precisa dimensionar com exatidão o produto que lhe será pedido: um entrelaçamento de parágrafos que tratem em até 30 linhas de um mesmo assunto em contexto lógico e coerente.

Para chegar ao texto, é preciso aliar às ideias e opiniões formadas sobre a questão tratada no enunciado um bom acervo de palavras (vocabulário) e a aplicação de técnicas de redação que lhe permitam sustentar a  linha de pensamento e argumentação.

Para guardar: texto = ideias + linguagem adequada + linha de pensamento e argumentação lógica

Do contrário, a sua redação não passará de um amontoado de ideias desconexas em parágrafos que não se articularão e não sustentarão a linha de penamento e argumentação.

O nosso livro DISSERTAÇÃO NOTA MIL aprofunda o estudo.

Boa leitura!