Experiências de vida que geram ideias

Você é um ser social que, como tal, deve relacionar-se com o mundo à sua volta.

Guarde bem: cada relacionamento representa uma nova experiência de vida.

O acúmulo de experiências é a fonte principal das nossas ideias, pois não se trata de uma acomodação de fatos simplesmente isolados, mas de diferentes situações que se interligam, sedimentam-se em nossa memória e desenvolvem o nosso senso crítico.

Como adquirir experiência?

Primeiramente, o que é mais natural, pela observação de fatos. As impressões colhidas por nós consubstanciam-se em ideias ou representações que, por sua vez, graças à imaginação e à reflexão, associam-se, entrecruzam-se,  multiplicam-se, desdobram-se em outras.

Não estará em condições de escrever quem não dispuser de uma capacidade mínima de observar fatos e refletir, selecionar, ordenar e associar impressões e ideias.

E observar fatos não significa somente conhecer a sua própria história e a do seu contexto sócio-econômico-político por meio de livros, mas, também, de viagens, filmes e outras fontes de informação; equivale a olhar pela janela do mundo para procurar entender os eventos de repercussão e sobre eles chegar a conclusões pessoais.

Em segundo lugar, adquire-se experiência pela observação do próximo, como fruto da convivência, de conversas saudáveis e de leituras da realidade alheia.

Daí vem a importância da socialização, de você participar de grupos de interesse afins, de interagir positiva e indistintamente  com pessoas com as quais você se relacione.

O saber ouvir os outros pode ser uma rica forma de amealhar conhecimento e sabedoria de vida.

Seja, portanto, bom(boa) observador(a), não somente de fatos, mas também do próximo.

Se você desejar aprofundar o estudo, adquira os e-books de nossa autoria, campeões de venda na Amazon: Em Fortaleza, como livros impressos, você poderá encontrá-los nas livrarias Acadêmica (Shopping Aldeota), Saraiva (Shopping Iguatemi) e loja HBM (Shopping Avenida). Agora é treinar, treinar e… treinar!