Observe os paralelismos semânticos!

No texto, você deve observar não somente os paralelismos sintáticos, mas também os de correlação de ideias, ou seja, os semânticos.

  • Exemplo 1: Maria cuida dos irmãos menores e da saúde da mãe.

Veja que os complementos do verbo “cuidar” (irmãos menores e saúde da mãe) não são semanticamente paralelos e por isso mesmo não deveriam estar sendo regidos por um mesmo verbo.

Correção 1: Maria cuida dos irmãos menores e zela pela saúde da mãe.

Correção 2: Maria cuida dos irmãos menores e da mãe.

  • Exemplo 2: Em época de Copa do Mundo de Futebol, sempre espero que a nossa seleção enfrente a Argentina.

Nesse exemplo há falta de paralelismo semântico, pois não há correspondência entre a nossa seleção de futebol e a Argentina, um país.

Correção 1: Em época de Copa do Mundo de Futebol, sempre espero que a nossa seleção enfrente o time da Argentina.

Correção 2: Em época de Copa do Mundo de Futebol, sempre espero que o Brasil enfrente a Argentina.

  • Exemplo 3: Se ele se desculpasse, ficaremos muito satisfeitos.

Perceba que não foi observado o paralelismo entre os verbos desculpasse e ficaremos, pois o contexto em que ambos foram flexionados sugere incerteza.

Isso inviabiliza a flexão do verbo ficar no futuro do presente do indicativo.

Correção 1: Se ele se desculpasse, ficaríamos muito satisfeitos.

Correção 2: Se ele se desculpar, ficaremos muito satisfeitos.

Agora é treinar, treinar e…treinar!

Se você desejar aprofundar o estudo, adquira os e-books de nossa autoria, campeões de venda na Amazon: Em Fortaleza, como livros impressos, você poderá encontrá-los nas livrarias Acadêmica (Shopping Aldeota), Saraiva (Shopping Iguatemi) e loja HBM (Shopping Avenida). Agora é treinar, treinar e… treinar!