Apresente a tese na voz ativa

A tese, como você já sabe, é a sua opinião sobre determinado assunto.

Deve, portanto, ser a mais clara e persuasiva possível.

Uma boa dica para fortalecer a tese (ideia-força do texto): o sujeito deve ser ativo, ou seja, deve executar a ação do tópico frasal.

Assim, o verbo da ideia-força deve estar na voz ativa. 

Observe um parágrafo problemático (a tese está grifada):

Pesquisas científicas têm comprovado os danos físicos que o tabaco tem provocado a fumantes ativos e passivos  e alertado as autoridades sobre a importância da adoção de campanhas de esclarecimento da opinião pública sobre os malefícios desse vício e da tomada de políticas restritivas ao fumo de cigarros e charutos em lugares públicos, pois a saúde é prejudicada quando se fuma.

Problema: nesse exemplo, você observou que a tese (em destaque), além de ter ficado abafada pela contextualização, foi apresentada na voz passiva (“a saúde é prejudicada”).

Essa construção, assim, enfraqueceu o poder argumentativo do texto.

Corrigindo:

Fumar prejudica a saúde, (apresentação da tese)  conforme comprovam pesquisas científicas a respeito dos danos decorrentes da ingestão da fumaça do tabaco. É preciso, pois, encetar campanhas de esclarecimento público e restringir o fumo de cigarros e charutos em ambientes fechados.

Ficou bem melhor, não?

Agora é com você!

Se você desejar aprofundar o estudo, adquira os e-books de nossa autoria, campeões de venda na Amazon: Em Fortaleza, como livros impressos, você poderá encontrá-los nas livrarias Acadêmica (Shopping Aldeota), Saraiva (Shopping Iguatemi) e loja HBM (Shopping Avenida). Agora é treinar, treinar e… treinar!