Não abdique da autoridade que a questão lhe confere

Para bem dissertar, um princípio do qual você não deverá abdicar é o da autoridade.

Como, então, observá-lo?

Simples: aborde a questão de forma impessoal (jamais use a primeira pessoa), estruture o texto com equilíbrio (para textos de até 30 linhas, sugerimos levantar três argumentos) e faça uso de linguagem formal (nada de exageros, modismos ou coloquialismos).

Argumente sempre com elegância, ponderadamente, sem baixar o nível da argumentação, mesmo que você esteja na defesa de um ponto de vista que, na sua opinião, seja inegociável.

Lembre-se de que o seu texto estará sendo avaliado por uma banca examinadora que nutre as mais rigorosas expectativas com relação à aplicação de procedimentos da boa argumentação.

Ainda mais: uma boa defesa de tese caracteriza-se pela força dos argumentos, clareza e precisão da linguagem e lucidez da linha de pensamento.

Cuidado: ao emitir alguma opinião (tese), verifique se você não está sendo radical ou genérico demais nem está ferindo o senso comum.

Além disso, ao apresentar exemplos e demais informações de apoio, cite a(s) fonte(s) de onde você possa ter coletado os dados.

Assim sendo, a autoridade da argumentação estará assegurada.

Bons estudos!

Se você desejar aprofundar o estudo, adquira os e-books de nossa autoria, campeões de venda na Amazon: Em Fortaleza, como livros impressos, você poderá encontrá-los nas livrarias Acadêmica (Shopping Aldeota), Saraiva (Shopping Iguatemi) e loja HBM (Shopping Avenida). Agora é treinar, treinar e… treinar!